Nossa Matriz Paroquial



Foto da Igreja

Está é nossa Matriz Paroquial dedicada ao nosso Padroeiro São Sebastião.

O Espaço sagrado é o local onde a comunidade como grande família se reúne para celebrar os mistérios da Fé.

A criação da Paróquia São Sebastião

Este assunto permanece obscuro.

Infelizmente, a Paróquia São Sebastião não teve conservado seu ato de criação. O Anuário Católico, elaborado pelo CERIS (Centro de Estatística Religiosa e Investigações Sociais), situa a data de criação em 1960, provavelmente com base numa carta enviada pelo Monsenhor Jerônimo Noviello ao Pe. Antônio Moura da Silva, que disse apenas que foi em meados de 1960, sem precisar a data. O Mons. Noviello não culpa ninguém pelo descaso para com os registros; apenas lamenta não terem sido feitos. Quanto a esta data é o que pode ser dito. Mesmo assim, a Paróquia São Sebastião foi canonicamente constituída; prova disto é a sua existência e reconhecimento. O que há de concreto?

Pelos documentos protocolados com os números 2870 e 2871 na Cúria Diocesana de Santo André, diocese à qual pertence a paróquia, Dom Jorge Marcos de Oliveira nomeou o Pe. Newton Loureiro de Souza (vigário ecônomo de Paranapiacaba) e o Pe. Alcides Valentino Zanella (pároco de Ribeirão Pires), como vigário ecônomo e vigário cooperador, respectivamente, a partir de 19 de abril de 1961.

Dezenove de abril de 1961 é a data mais antiga de que haja documentos que citem a igreja de São Sebastião enquanto paróquia. Olhando, porém, requerimentos do Pe. Francisco Dodi (sucessor do Pe. Zanella em Ribeirão Pires), percebemos que a recém-criada paróquia se manteve ligada à Paróquia São José de Ribeirão Pires até 1964, quando em 15 de janeiro o Pe. Francisco pede a Dom Jorge que transfira a outro padre a função de vigário ecônomo da Paróquia São Sebastião. Outro documento de 1963 cita as capelas de Icatuaçu (Rio Grande) e da Pedreira como pertencentes à Paróquia São José.

Analisando a carta do Mons. Jerônimo, que situa a criação da paróquia em meados de 1960, e sabendo que os primeiros padres foram nomeados em 19 de abril de 1961, é possível apenas dizer que nesta data a Paróquia São Sebastião já existia. O Mons. Jerônimo sugeriu uma data simbólica, o dia do padroeiro São Sebastião, 20 de janeiro; assim a data ficaria em 20 de janeiro de 1961, mas, para ter base em fatos concretos, podemos seguir a data da nomeação. Cabe à comunidade decidir a data dos festejos.

Que a mercê de Deus e a continuidade das pesquisas colaborem numa investigação mais apurada e descubra a data com exatidão. Um fato é certo: até o momento não se encontrou nenhuma documentação que trouxesse esse conteúdo.

Uma nova linha de investigação envelheceria a paróquia em alguns meses. Para a Diocese, a Paróquia São Sebastião é a 35ª. paróquia criada. A anterior, Paróquia Santíssima Virgem, em São Bernardo do Campo, foi criada em 21 de setembro de 1960, e a posterior, Paróquia Santa Luzia e São Carlos Borromeu, em Santo André, foi criada em 4 de novembro do mesmo ano. Poder-se-ia crer que a Paróquia de Rio Grande da Serra foi criada neste intervalo, é uma hipótese, mais condizente até com a carta do Mons. Jerônimo.

Imprimir Enviar por email

Volte ao topo da Página